domingo, 27 de dezembro de 2009

O Ar em Casablanca

Estive uma única vez em Casablanca, cortesia da Royal Air Maroc, que se atrasou tanto no vôo Agadir - Casablanca que perdemos o vôo Casablanca - Lisboa. Atrasou-se horas!
Estivemos horas no aeroporto de Agadir, nós e um avião, à espera que uma tripulação nos levasse, mas quando chegamos a Casablanca, já era tarde. O avião para Lisboa esperou, esperou, até que desesperou e partiu.
Aí, a Royal Air Maroc portou-se à altura! Hotel 5 estrelas para todos, um dia de pensão completa - jantar, dormida, pequeno almoço e almoço. Hotel Farah. Antes do hotel, um "pequeno" pormenor: as nossas bagagens tinham sido despachadas para Lisboa, e oficialmente já não estavam em Marrocos, mas nós estávamos, e assim não podíamos pegar nelas... só olhar... Telefonema mais telefonema - parecia que era a primeira vez - e a coisa lá se resolveu.
A primeira impressão de Casablanca foi mesmo esta à porta do hotel

From Maroc

Depois foi ver a gigantesca mesquita Hassan II, à beira mar, feita com o dinheiro dos marroquinos e aparentemente com sérios problemas de fundações que a Teixeira Duarte foi chamada a resolver,

From Maroc

a medina velha, que rodeamos percorrendo ruas com uma sujidade indescritível, estas duas personagens que me pediram que os fotografasse e depois nem um contacto me deram para lhes fazer chegar a foto

From Maroc

os souks tradicionais e toda a beleza de uma cidade do norte de África

From Maroc

com aquele toque francês que a torna diferente

From Maroc

Valeu bem a pena o atraso!

1 comentário:

ams disse...

O título do post não poderia ser melhor escolhido. A mesma sensação tive eu aquando da minha estada em Agadir. Também tenho a minha história no aeroporto... o oposto da sua... o voo previsto para uma hora, acabou por partir, uma hora mais cedo, depois de sermos chamados com um bater de palmas: "People to Oporto, come on!!!" eheheh