domingo, 11 de junho de 2017

Para o ano o S. João vai ser num domingo!

Um ano dura 52 semanas mais um dia, ou mais dois dias, nos anos bissextos.
Assim, se este ano o S. João é num sábado, para o ano vai ser num domingo. E no ano seguinte numa segunda. Se entretanto ocorrer um ano bissexto, o avanço é de dois dias.
Os anos bissextos ocorrem cada quatro anos, nos anos múltiplos de 4, excepto se forem anos múltiplos de 100 (1900 não foi bissexto) e não múltiplos de 400 (cuidado, que 2000 foi bissexto).
Com algumas excepções, resultantes desta questão da mudança de século, o calendário repete-se cada 28 anos.
Cada um de nós assistirá em média a umas três repetições de calendário.
Como os meses não têm todos o mesmo número de dias, vão começando por um dia da semana diferente obedecendo a uma regra menos intuitiva. Em média, os meses vão-se repetindo de sete em sete. Assim, por exemplo, haverá em média uma sexta-feira 13 de sete em sete meses, ou seja, uma ou duas por ano.
Tudo isto é muito bom, retira-nos da monotonia, obriga-nos a pensar em que dia acaba o mês, em que dia calha o Natal cada ano, em que dia celebramos o aniversário.
O actual calendário - gregoriano - foi introduzido em 1582 pelo Papa Gregório, e não obstante a sua beleza intrínseca, nomeadamente para quem gosta da subtileza dos números, do inesperado dos dias da semana, tem motivado que gente cinzenta, que acha que todo se deve repetir anualmente, trimestralmente, semanalmente, sem estas pequenas surpresas, sem este sal da vida, proponha regularmente alterações ao calendário.
A Liga das Nações há menos de 100 anos, em 1923, estudou este assunto, e considerou 185 ideias de calendários, tendo chegado ao chamado calendário universal, com 4 trimestre de 91 dias, anos de 364 dias, 52 semanas exactas, mais um ou dois dias extra calendário por ano, os dias universais.

Foi um esforço inglório. Nunca foi adoptado. Felizmente. Os meus anos sempre à quarta-feira? A que propósito? Não terei o direito de os fazer em diferentes dias da semana e saborear cada um? Não são todos iguais...

2 comentários:

Unknown disse...

Mas, por outro lado, tanta linha de código que se poupava... :D
Meses todos iguais, um único encoding para todos os caracteres, abolir os fusos horários, enfim, tanta simplificação à espera de acontecer... ()

Francisco Restivo disse...

Em nome de quê, caro desconhecido?...